Manolos Funk e outros independentes!

quarta-feira, 25 de maio de 2011

A "cadeira de prata" quebrou..

Pô! Que notícia triste! O Silverchair, banda australiana dos anos 90, oficializou "férias por tempo indeterminado". Ok. Sem eufemismos! Silverchair "es muerto", "acabou", "finalitê", The End. Uma pena mesmo! Acompanhei e curti a maioria das fases da banda. Desde o grunge juvenil do Frogstomp até o "ópera pop", Diorama, este que considero um dos melhores discos dos anos 2000. Aliás, o Silverchair teve uma evolução impressionante. Souberam se reinventar e continuaram sendo muito populares.

Lembro do show do Silverchair em Belo Horizonte na merda do Mineirinho (Sinônimo de merda = mineirinho.) Na época, eu ainda cantava no Kinkadua e fazíamos alguns covers dos australianos. "Freak" e "Pure Massacre" eram as músicas tocadas. Meu amigo Thiago era um dos mais ansiosos para show. Na boa! Como ele era fanático! Foi um dos primeiros da fila de entrada e ficou agarrado na grade em estado de torpor até o fim do show. Lembro de encontrá-lo ainda segurando a grade depois que todo mundo havia ido embora. Estava em estado de nirvana. Acreditem este não é um trocadilho infame.

Tinha uma banda de Bh que fazia um som muito parecido com o Silverchair. Se chamava Prime, não sei se alguém se lembra. Se o Silverchair era a cópia do Nirvana, o Prime era a cópia do Silverchair. Recordo de ir em vários shows no Matriz desta galera. Aposto que o Diesel, Enne e Prime fizeram muitos shows juntos na época! Eram as referências. No meio de show encontrei a galera do Prime e ficamos ali curtindo as músicas no meio da loucura. O mais bacana é que o Silverchair tocou muito lado B. Curto demais quando uma banda toca o que tá afim sem pressão de público e nada.

Vou postar a música que mais gosto. Torço para a volta dos caras! Mas que voltem a ser os "rebeldes" e "depressivos" porque a onda alegre do último cd tá por fora!

2 comentários:

  1. Sem dúvida , o Diorama é uns dos melhores (Se não for o melhor) Disco dos anos 2000... Obra - prima - mesmo não sendo fã de Silverchair... Ouvi aquele disco e simplesmente joguei o conceito de pop - peso e rock fora... É um grande pezar mesmo esse "hiato" deles mas, não muda o que... mesmo tocando um som pop na minha banda , me influênciou! Sinto muito por quem não ouviu este CD!

    ResponderExcluir
  2. O que aconteceu uma é muito revoltante, quero dizer, Daniel dá "um tempo" com o Silverchair, só Deus sabe pra quê. Mas ele estava se dedicando ao The Dissociatives pra depois de algum tempo, dar uma parada com esse projeto também.. Bom... Espero que ele volte a se apresentar o mais breve possível já que não pude ir ao show deles em 2003. Eu tinha 6 anos na época e não fazia ideia do que estava perdendo...

    ResponderExcluir